15.10.08

Um maniphesto repercute...

Geraldo Tomás responde ao manifesto não muito engraçado (e muito mal formulado) de um primo mal-humorado do ex-presidente:

Pedro: SOMOS voyeurs. Ou será que você poderia nos explicar a beleza do “Discreto Charme da Burguesia”, de Bunuel ou aquela foda linda entre Marlon Brando e Maria Schneider em “O Último Tango em Paris”? Ah, esqueci. Você não é Marlon Brando. Talvez seja isso.

Amargura pura!


P.S.: Sou terminantemente contra a nudez do Pedro Cardoso em qualquer peça, dramática ou não!

Nenhum comentário: