1.10.06

Manchete patética...

"Paulo Souto pode ser eleito hoje com 51% dos votos"
do Correio da Bahia. Quá quá quá...

Com 15% das urnas apuradas, eis o resultado: J.Wagner - 55%, Paulo Souto - 39,26%. Foram totalizadas urnas de várias regiões da Bahia, portanto, são dados com certa consistência.

Caso essa virada de confirme, será a volta da oposição à ACM ao poder na Bahia depois de 20 anos. Convém lembrar que há 20 a oposição foi capitaneada pelo PMDB e vitaminada pelo Plano Cruzado. Waldir Pires (hoje gagá e Ministro da Defesa do governo Lulla) foi eleito com números acachapantes; cometeria um erro ao sair do Governo para se aventurar numa eleição como candidato a vice-presidente na chapa do Ulisses Guimarães. Não só foi derrotado como deixou um Estado que caminhava relativamente bem para uma nulidade política chamada Nilo Coelho (hj de volta a Guanambi como prefeito). Enfim, essa nulidade política deu chance para que ACM e sua turna ficassem por mais 20 anos no poder. Registre-se que naquela ocasião o cartão de visitas de Nilo Coelho para se apresentar como vice de Waldir Pires foi uma administração muito bem avaliada na cidade de Guanambi; não por acaso, Nilo Coelho é mais uma vez prefeito daquela cidade.

Enfim, parece que a Bahia conhecerá o modo petista de governar. Na cidade de Vitória da Conquista (um grande centro agropecuário do Estado) gostaram. Vejamos como eles se dão agora no estado.

Uma fofoquinha: ACM costuma não economizar palavrões aos repórteres que estão na infeliz tarefa de pegar-lhe comentários a respeito de derrotas. Zapearei pelas TVs locais.

Nenhum comentário: