1.10.06

registre-se.

às 23:35hs o Correio do ACM, opa, Correio da Bahia publica a notícia que era pública há mais de 3 horas! Mudou o Governador (Virtual) da Bahia.

Ainda assim, noticiaram através de um outro site.

Fugaz.

Não deu para o Guilherme Afif Domingues.
Eduardo Suplicy (outra múmia) é de novo senador eleito por São Paulo.

a manchete patética... e continuam patéticos!

Eis a primeira página do Correio da Bahia de hj, domingo:


São 23:29hs. Veja a barra de últimas notícias do jornal:

Jaques Wagner - novo governador virtual da Bahia?

Jaques Wagner levou o governo da Bahia. O presidente e/ou o Governo Federal jogaram pesado no estado. Dado o carisma do governador recém-eleito, imagino se ele n será mais um virtual, mudando-se na verdade o manipulador do boneco.

outra coisa a se observar com especial atenção é quanto o sabido aparelhamento de várias instâncias de Estado cá por estas bandas. Farei um exercício de futurologia: vêm aí mais aparelhamento do estado e ainda mais assistencialismo! Os baianos tentarão um novo painho.

Para o senado os baianos colocaram uma múmia: o ex-governador João Durval Carneiro.

Enfim, a vida segue. Sempre segue!

Fugaz...

Torço por Afif para o Senado por SP. Porém...

38,91% das urnas apuradas:

Afif - 45,82%
Suplicy - 46,12%

Bahia agora. 20:17hs

GOVERNO:
Jaques Wagner - 54,58%
Paulo Souto - 40,47%

58,56% das urnas apuradas.

SENADO:
João Durval - 49,07%
Rodolpho Tourinho - 30,32%
Antônio Imbassahy - 19,82%

Obs.: Dos três candidatos ao senado, Rodolpho Tourinho é do grupo de ACM. Os outros dois devem boa parte da expressão política a ACM. João Durval é ex-governador e Imbassahy é ex-prefeito de Salvador, sempre sob o manto de ACM. Enfim: novidade política MESMO, apenas Jaques Wagner. Jaques deve ajoelhar e rezar em gratidão a Lula por pelo menos 2 séculos! É consenso por aqui que ele é político inexpressivo... Óbvio está que essas qualificações de especialistas não contam na hora do voto. Pelo menos não contaram nesta eleição na Bahia.

Fugaz? 3

Senado São Paulo
Afif (46,74%)
Suplicy (45,24%)

33,24% das urnas apuradas

Reinaldo Azevedo sobre os resultados na Bahia

Surpresa na Bahia

A grande surpresa da eleição até agora, a estar correta a boca de urna do Ibope, com margem de erro de dois pontos, é o desempenho do petista Jaques Wagner na Bahia: 49% dos votos, contra 43% do pefelista Paulo Souto, aliado de ACM. Isso significa que ele pode até vencer no primeiro turno a estarem corretos os números. Há uma máxima sobre o Estado: um adversário pode até ganhar de ACM. A questão é saber se consegue governar.

Oba! (atualização)

Nem tão 'OBA' assim.

A apuração no Nordeste alcançou agora há pouco 41% das urnas apuradas. É pouco pra dizer qualquer coisa a respeito. Mantenho o post original, porém.

Vamos ao segundo turno pra presidente!

Lula (47%)
Alkmin (43%)

46% das urnas apuradas. Impressionante a discrepância da votação de Alkmin até aqui frente à pesquisa boca-de-urna, que dava 38%... Enfim, falta muito a ser apurado ainda. Uma coisa que dá pra ver é que quem torce pelo segundo turno (me included) não deve contar com votos de Heloísa Helena e Cristovan Buarque.

Esperemos.

Acham que é só eleitor nordestino...

... que é chegado a excentricidades?

Deputados federais mais votados em São Paulo: Paulo Salim Maluf (132.284 votos) e Clodovil Hernandes (100.620 votos).

Fugaz? 2

Senado São Paulo:

Afif - 50%, Suplicy - 41,8%

Manchete patética...

"Paulo Souto pode ser eleito hoje com 51% dos votos"
do Correio da Bahia. Quá quá quá...

Com 15% das urnas apuradas, eis o resultado: J.Wagner - 55%, Paulo Souto - 39,26%. Foram totalizadas urnas de várias regiões da Bahia, portanto, são dados com certa consistência.

Caso essa virada de confirme, será a volta da oposição à ACM ao poder na Bahia depois de 20 anos. Convém lembrar que há 20 a oposição foi capitaneada pelo PMDB e vitaminada pelo Plano Cruzado. Waldir Pires (hoje gagá e Ministro da Defesa do governo Lulla) foi eleito com números acachapantes; cometeria um erro ao sair do Governo para se aventurar numa eleição como candidato a vice-presidente na chapa do Ulisses Guimarães. Não só foi derrotado como deixou um Estado que caminhava relativamente bem para uma nulidade política chamada Nilo Coelho (hj de volta a Guanambi como prefeito). Enfim, essa nulidade política deu chance para que ACM e sua turna ficassem por mais 20 anos no poder. Registre-se que naquela ocasião o cartão de visitas de Nilo Coelho para se apresentar como vice de Waldir Pires foi uma administração muito bem avaliada na cidade de Guanambi; não por acaso, Nilo Coelho é mais uma vez prefeito daquela cidade.

Enfim, parece que a Bahia conhecerá o modo petista de governar. Na cidade de Vitória da Conquista (um grande centro agropecuário do Estado) gostaram. Vejamos como eles se dão agora no estado.

Uma fofoquinha: ACM costuma não economizar palavrões aos repórteres que estão na infeliz tarefa de pegar-lhe comentários a respeito de derrotas. Zapearei pelas TVs locais.

breves explicações

sim, adoro política. sim, adoro acompanhar apurações. não, não sou tão velho assim, mas já trabalhei em apurações em eleições do tempo das cédulas. sim, estou rodeado de política e políticos desde pequenininho. não, não penso em me candidatar a nada, embora às vezes eu salve o mundo em mesas de boteco... topo ser então, presidente de mesa de boteco!

Vote em mim! Deposite uma garrafa de cerveja (cheia) em minha urna, opa!, mesa! hehehe

Fugaz?

Em 5% das urnas apuradas, o Afif aparece na frente para o senado em SP... Não há informações sobre de quais regiões seriam as urnas apuradas. Enfim, esperemos.

yes, I'm back...

... at least, for a while.

I guess... (??)

A Bahia mudará de veneno?

Jaques Wagner, ministro dos mais aplicados de um governo que dispensa maiores comentários, faz uma virada espetacular sobre Paulo Souto, atual governador, político de um grupo que está no poder cá na Nação Nagô desde décadas, com intervalos esparsos e imprecisos e cujo grupo deixa um legado inequívoco no estado: o pior nível de educação do Brasil. Ou um dos piores, o que não faz diferença.

Pesquisa Ibope de boca de urna: Jaques - 49%, Paulo Souto - 43%.

Também na Bahia, como em quase todo o Nordeste, 'Lulla' tem votação acachapante. Há uma tese corrente por aqui que o nordestino se identifica com o Efelentíssimo. Vejam vocês a quantas anda o nível de vergonha-na-cara... Identificar-se com isso! Vi muitas pessoas, graduadas e pós-graduadas!, corroborarem o argumento de que todo político é igual (assim, de forma rasteira). Se imaginarmos que muitos desses senhores são pais/avós de família, acho que não exagero em dizer que temo pelo futuro do Nordeste.